apresenta:

Close

Há 30 anos,
a Abrace conta histórias de

superação

Nós da Abrace temos um orgulho enorme de ter contribuído para que o abandono do tratamento do câncer caísse de 28% para zero. Tudo isso por que a gente acredita na força do pensamento positivo e na superação. Todos os pacientes que lutaram contra o câncer e se tornaram vencedores, também acreditaram nisso. Não só eles, como as famílias, amigos e quem quer que estivesse por perto. O projeto Lenço Solidário parte dessa premissa: uma ação que une pacientes curados a pacientes em tratamento, por meio de uma grande corrente de superação com os lenços usados na cabeça.

Convidamos ex-pacientes, já curados, para escreverem mensagens positivas nesses lenços e materializamos essas histórias. Nesse site, você tem a oportunidade de passá-las para frente e colocar positividade na cabeça de quem precisa, elemento essencial para a cura. Basta escolher abaixo a história que mais te toca, contribuir com uma doação para a Abrace e fazer com que nesta luta só existam vencedores.

Conheça um pouco mais
sobre a história da

abrace

O Que Fazemos

O trabalho da Abrace em Brasília é oferecer assistência social para crianças e adolescentes com câncer e doenças hematológicas, com dificuldades socioeconômicas, promovendo qualidade de vida e colaborando para a promoção de condições ideais de tratamento e resgate da saúde do paciente.

A instituição oferece subsídios necessários como, alojamentos na Casa de Apoio para crianças que não residem no DF e pequenas reformas na casa das que moram na cidade, mas vivem em condições precárias que colocam em risco a saúde do paciente. A instituição fornece ainda alimentação, medicamentos, transporte, assistência odontológica, palestras sobre a doença e apoio logístico domiciliar para os pacientes em cuidados paliativos.

Outra importante atuação da Abrace foi a construção do Bloco I do Hospital da Criança de Brasília José Alencar-HCB, centro de tratamento construído em 2 fases, inaugurado no dia 23 de novembro de 2011.

Quem Somos

Em 1986, um grupo de pais, cujos filhos faziam tratamento de câncer no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), se uniu para ajudar outros pais de crianças que estavam passando pelas mesmas dificuldades com um agravante: a exclusão social que lhes roubava a esperança de combater a doença. Assim nasceu a Abrace, Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias. Instituição filantrópica, declarada de Utilidade Pública Federal, pelo Decreto de 04.07.91 e Utilidade Pública no Distrito Federal pelo Decreto nº 20.066 de 04.03.99. A obtenção da declaração de Utilidade Pública é requisito para a concessão do Certificado de Entidade com Fins Filantrópicos, solicitado por meio do Ministério da Justiça.

A Abrace também possui a Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social – CEBAS, concedida pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS. A certidão é o documento que comprova que a entidade encontra-se em situação regular, podendo ser concedido os benefícios junto aos demais órgãos da administração pública, contribuição patronal de INSS, CSLL, COFINS, PIS/PASEP, CPMF e isenções.

Por meio do reconhecimento e do apoio da comunidade, a Abrace tem conseguido cumprir seu principal objetivo: garantir o apoio necessário para as crianças e adolescentes com câncer e hemopatias, visando a qualidade de vida desses pacientes.

Na Abrace, todo o corpo diretor e a própria presidência são formados por voluntários. Um time que doa tempo e carinho e possui muita responsabilidade com sua missão.

O grande orgulho da Abrace é o fato de ter contribuído para que o índice de cura no Distrito Federal aumentasse de 50% para 70%, e de ter revertido o índice de abandono do tratamento de 28% para ZERO, segundo dados da equipe de oncologia do Hospital da Criança de Brasília José Alencar. Este resultado somente foi possível com a criação de sua Casa de Apoio, que disponibiliza, atualmente, 50 leitos para hospedagem dos pacientes, com seu acompanhante. Estes assistidos são provenientes de outras regiões, como Norte, Nordeste e Centro-Oeste que buscam tratamento em Brasília e representam 40% dos assistidos da Abrace. Os outros 60% representam crianças moradoras do Distrito Federal e entorno que recebem assistência integral domiciliar.

A instituição sobrevive, exclusivamente, de doações da comunidade. São empresas parceiras, pessoas físicas e jurídicas e apoiadores que, solidariamente, garantem o custeio e continuidade do trabalho assistencial da instituição.

A Diretoria da Abrace trabalha com profissionalismo e utiliza as ferramentas de gestão adotadas por empresas, como planejamento estratégico e planejamento orçamentário. Para a instituição, transparência e ética é fundamental e, por isso, a Abrace é auditada, anualmente por auditoria independente, além de prestar contas para o Ministério Público do DFT.

Com o apoio da sociedade, a Abrace disponibiliza, aos assistidos e suas famílias, benefícios como, alimentação, medicamentos, transporte urbano e interestadual, assistência odontológica e palestras sobre a doença. A instituição realiza ainda, diversos programas que contribuem para a recuperação da saúde desses pacientes e oferece assistência total a suas famílias:

Cura e qualidade de vida. Conhecedora da dura realidade de tratamento, a Abrace viu a necessidade de expandir suas ações e, além de oferecer assistência social, decidiu intervir diretamente na qualidade do tratamento contra o câncer e outras doenças infantojuvenis. Foi assim que surgiu o projeto do Hospital da Criança de Brasília José Alencar - HCB, construído pela Abrace com doações da comunidade e posteriormente foi doado ao Governo do Distrito Federal. Inaugurado em 23 de novembro de 2011, o HCB integra hoje a rede da Secretaria de Saúde do Distrito Federal e disponibiliza atendimento público (SUS). A unidade é gerida pelo ICIPE– Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada, associação sem fins lucrativos, criada por iniciativa da Abrace especialmente para esse fim.

Atualmente o HCB oferece atendimento humanizado e de alta qualidade em todas as especialidades pediátricas, além de novos serviços como diálise, tratamentos oncológicos, cirurgias e procedimentos ambulatoriais sob sedação.

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB), completará, no próximo mês de novembro, 5 anos de funcionamento e realizou até agosto de 2016, dois milhões e 15 mil atendimentos (2.015.200).

É a solidariedade e a união das pessoas ajudando a salvar vidas no Distrito Federal.

Convidamos ex-pacientes, já curados, para escreverem mensagens positivas nesses lenços e materializamos essas histórias. Nesse site, você tem a oportunidade de passá-las para frente e colocar positividade na cabeça de quem precisa, elemento essencial para a cura. Basta escolher abaixo a história que mais te toca, contribuir com uma doação para a Abrace e fazer com que nesta luta só existam vencedores.

Fique por dentro
das nossas

notícias

Escolha uma história para passar pra frente:

Fiz meu tratamento de câncer no Hospital de Apoio. Começou com quatro sessões de quimioterapia. Depois, foram mais dois meses de sessões de radioterapia no Hospital de Base. Logo no início, fiquei sem andar, em seguida, perdi os cabelos, minha pele ficou muito branca e senti fortes dores no corpo.
Mesmo diante desse quadro, encontrei o lado bom de estar doente, pois tive a oportunidade de conhecer um mundo novo. Gostava do hospital, dos voluntários, dos médicos e, principalmente, da Abrace. Adorava ter a atenção de todos!
Descobri que podia viver sorrindo, passei a pensar que era só uma fase, um momento passageiro de novos conhecimentos e portas abertas.
E, agora, após sete anos sem tratamento, continuo indo ao acompanhamento no Hospital da Criança, ajudando outras pessoas a superar o câncer como eu!

Isabela dos Santos

Ajude a Abrace a continuar contando histórias de superação.